No outro lado do paraíso, atriz descarta regeneração de Sophia.

Marieta Severo considera que sua personagem seja incapaz de mudar, porém insinua um possível final feliz’: ‘Mais real’. Sophia, interpretada por Marieta Severo, honra o título de vilã na novela “O Outro Lado do Paraíso”.

De internação forçada da protagonista Clara (Bianca Bin) em uma clínica psiquiátrica a serial killer com honrado (quatro crimes executados a sangue frio), a personagem pode não ter um final trágico na trama como todos esperam. Contudo, a atriz acha, que sua personagem  não irá se recuperar moralmente no futuro como acontecerá com Lívia (Grazi Massafera), sua ajudante em boa parte da história.

Caráter de Sophia continua o mesmo no final da trama.

Em entrevista, Marieta Severo se mostra confiante nas transformações das pessoas, contudo isso não se aplica muito ao seu papel na obra de Walcyr Carrasco. “Imagino em todas as possibilidades do ser-humano, está aí o Gael (Sergio Guizé) que acho ser um bom exemplo disso.

Porém a Sophia é tão autocentrada, tão incapaz de ver o outro, que só age de acordo com os interesses dela: dinheiro, poder, poder para ter dinheiro. Não sei se ela teria muita solução fora do redemoinho que ela vive”.

Não tem nada de apego, empatia, companheirismo.

Para a artista, Sophia descreve as pessoas da realidade que são capazes de qualquer coisa para chegar onde querem e para alcançar seus objetivos.

“Ela é um exemplo de uma camada tão grande da sociedade moderna que é voltada para esses valores. Eu gosto de fazer uma personagem que mostra esses valores. Fazer pensar através disso. A vida dela não tem nada de afeto, empatia, solidariedade, como ela pode ter um final bom?”, argumenta Marieta.

Ela, entretanto, sugere a chance de um final glorioso para a vilã: “Não sei se vamos dar um exemplo através dela, com ela se ferrando. Só que, na vida real, esses são os que saem vitoriosos. Então, talvez, ela sair vitoriosa fosse mais real”.

Leave a Reply